Clínica Dom Guanella

Você conhece o papel da PAAF na avaliação dos nódulos da tireoide?

A punção aspirativa com agulha fina (PAAF) é caracterizada por ser um procedimento simples em que se introduz uma agulha muito fina no nódulo de tireoide.

Através da aspiração são retiradas algumas células que serão analisadas no microscópio.

Esse método tem a função de avaliar o quadro, e pode ser feito com ou sem anestesia.

A regional gaúcha da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – SBEM RS traz informações importantes sobre o preparo, riscos e resultados do procedimentos. Confira: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🔶 Qual o preparo necessário para a realização da PAAF?

A PAAF é um procedimento muito simples, sem necessidade de grande preparo.

Não é necessário jejum e o paciente é liberado para as atividades normais logo após. Em alguns pacientes que estão fazendo uso de anticoagulantes ou de aspirina pode ser necessária a suspensão desses medicamentos alguns dias antes para se evitar sangramento. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

🔶 Quais são os riscos da PAAF?

A PAAF é um procedimento muito seguro.

Eventos adversos graves são muito raros. As complicações mais frequentes são dor e desconforto leves no local da punção e hematomas. ⠀⠀⠀⠀

 

Dra. Eline Dias Pereira – Endocrinologista⠀⠀⠀⠀⠀

Deixe um comentário

× Agendar Consulta por WhatsApp