Clínica Dom Guanella

QUANTO DE GORDURA PODE SER RETIRADO NA LIPOASPIRAÇÃO?

Um dos aspectos determinantes da segurança na lipoaspiração refere-se ao volume de gordura que pode ser removido.

Para aumentar a segurança do procedimento e reduzir os impactos do mesmo no organismo, recomenda-se que os volumes aspirados não ultrapassem de 5 a 7% do peso corporal da paciente. Da mesma forma, recomenda-se que a extensão da área tratada não ultrapasse 40% da área corporal.

Este é um dos inúmeros motivos pelos quais não devemos considerar a lipoaspiração como método de emagrecimento, mas sim para tratamento de áreas localizadas de gordura em pacientes que estejam dentro ou próximo ao seu peso ideal.

BLEFAROPLASTIA

A Blefaroplastia é uma cirurgia que tem como objetivo rejuvenescer a região dos olhos.

Ela melhora o aspecto das pálpebras superiores e inferiores ao amenizar bolsas de gordura, flacidez e as rugas.

A cirurgia também pode ser feita para remoção de xantelasmas, que são pequenas bolinhas de colesterol que se formam nas pálpebras.

Procurar um profissional capacitado para a cirurgia e seguir os cuidados pós-operatórios indicados são fundamentais para o sucesso da cirurgia!

Dra. Maríndia Graciolli – CRM 38.533
OFTALMOLOGISTA
#blefaroplastia #dramarindiagraciolli#capãodacanoa #portoalegre#oftalmologista #oftalmologia

4 TRATAMENTOS PARA O CÓDIGO DE BARRAS

As rugas periorais, chamadas de CÓDIGO DE BARRAS são linhas verticais que aparecem ao redor da boca e são causadas pela perda do colágeno com o envelhecimento da pele, sendo potencializadas em pacientes fumantes e com EXPOSIÇÃO SOLAR sem a proteção adequada. A boa notícia é que elas podem ser amenizadas.

Saiba como:

1. Preenchimento com ácido hialurônico: O procedimento traz VOLUME para o local e amenizando o aspecto das rugas, atuando também na hidratação da pele;

2. Skinbooster: Hidratação injetável altamente eficaz para o estímulo de colágeno. Pode ser utilizado de forma preventiva para prevenir o aparecimento de rugas;

3. Laser: O Etherea MX e o Laser CO2 Dual Deep são opções para amenizar as rugas e sulcos profundos de forma eficaz;

4. Botox perilabial: A aplicação da TOXINA BOTULÍNICA no local impede o movimento dos músculos que causam as rugas, trazendo firmeza para a pele.

Procure um DERMATOLOGISTA para saber o melhor tratamento para a sua pele!

Dra. Gabrielle Adames – CRM 36.153 – DERMATOLOGISTA

BOMBA: TÔ FORA

Deficiência de testosterona deve ser tratada por um endocrinologista e após um diagnóstico.

Informe-se sempre para não correr riscos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A testosterona é o mais importante hormônio sexual produzido pelo homem.

Existem, sim, situações legítimas, diagnosticadas por um médico, em que se deve usar a testosterona.

Nos casos em que há deficiência desse hormônio, o uso traz inúmeros benefícios ao homem, melhorando a qualidade de vida e a saúde.

Por outro lado, infelizmente, a testosterona é usada por homens saudáveis, sem qualquer indicação médica, com o objetivo de ganho de massa muscular, melhora do desempenho sexual e efeito antienvelhecimento.

A testosterona não está aprovada para uso nessas situações e seus riscos são maiores que seus benefícios, incluindo infertilidade, problemas cardíacos, hepáticos e prostáticos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Portanto, o uso da testosterona deve ser feito nos casos em que há deficiência confirmada e sempre sob supervisão médica. O tratamento deve ser monitorizado periodicamente e cada consulta deve reconsiderar riscos e benefícios.

Não desperdice sua saúde! Hormônio deve ser usado com indicação.

BOMBA: TÔ FORA!

Fonte: @sbem.novasliderancas

Quais os cuidados com a pele madura?

Quando pensamos em envelhecimento devemos levar em consideração os mais variados agravantes, como luz ultravioleta, poluição, tabagismo e outros fatores. Além disso, envelhecimento da pele se torna visível com a chegada da menopausa devido aos níveis baixos de DHEA – conhecido como o hormônio da juventude. Neste período, a produção de colágeno diminui e acontece uma redução progressiva de ácido hialurônico e outros componentes que ajudam a preencher a pele, aumentando a flacidez e as rugas.

É possível classificar o envelhecimento cutâneo em dois tipos:

1) Intrínseco ou cronológico: caracterizado por alterações genéticas e metabólicas, levando à perda crescente de colágeno e degeneração tecidual;

2) Extrínseco: ligado à interação da pele com o meio ambiente, sendo afetado pelos hábitos de vida de cada pessoa.

Ao longo desse período, a pele pode ficar:

– Ressecada

– Sem elasticidade

– Mais fina

– Com manchas

– Rugas

– Sensível

– Muito seca ou oleosa

-Nos antebraços, pode ocorrer dermatoporose, que é um afinamento da pele dos braços, associado a manchas roxas.

A pele madura se torna mais fina e sensível, além da diminuição da renovação celular e da secreção sebácea. Por isso durante a higienização, opta-se por loções que proporcionam limpeza profunda, mantendo sua umidade natural.

Os hidratantes devem ser em creme ou loção cremosa, de preferência associados à substâncias que tratem as principais necessidades, como agentes tensores como o retinol, antioxidantes e clareadores como a Vitamina C.

Já os filtros solares devem ter ação de barreira, preservando a nutrição da cútis. Procedimentos complementares como lasers para clareamento e estímulo do colágeno, peelings, toxina botulínica para rugas, preenchimentos nas minimizar a perda do sulco e contorno sendo recomendados com a finalidade de amenizar os sinais do tempo na pele. Para flacidez utilizamos os bioestimuladores do colágeno, como Sculptra e Radiesse.

Nesta fase, muitas pessoas exageram em busca da juventude perdida e acabam piorando ainda mais o aspecto da face então use sempre produtos específicos pada sua idade pois produtos mais pesados em uma pele jovem ou leves em uma pele madura, além de não surtirem o efeito desejável, podem ser prejudiciais. Por esse motivo é importante enfatizar que cada faixa etária tem as suas particularidades e exige uma cosmética diferente.

Dra. Gabrielle Adames – Dermatologista

CRM 36.153

Linha Nigra: linha escura na barriga durante a gravidez

Durante a gravidez, são muitas transformações no corpo, pele e cabelo devido a variação hormonal que sofre durante essa fase. Dentre essas estão as manchas na pele e uma marca na barriga conhecida como linha nigra.

Essa linha escurecida que aparece no meio da barriga, quase como se a estivesse dividindo-a em duas partes, que pode ir somente até ao umbigo, ou ultrapassá-lo, chegando até a virilha. A sua espessura é de, aproximadamente, 1 cm. A linha nigra é uma marca exclusiva das gestantes com uma estimativa de 70 a 90% das gestantes.

As alterações hormonais são as principais responsáveis por aparecimentos dos “distúrbios” da pele na gestante. A linha nigra na gravidez aparece devido ao aumento do estrogênio e também pela distensão abdominal para acomodar o crescimento do útero e do bebê. O estrogênio eleva a produção hormônio melanocítico estimulante (MSH), esse hormônio junto a distensão abdominal faz acumular a pigmentação nessa área divisória e ai a linha aparece. A hiperpigmentação ocorre também em outras regiões do corpo onde a pele é esticada, devido ao aumento de volume em certas áreas do corpo.

A linha nigra começa a aparecer entre a 14ª e a 16ª semanas e tende a sumir até 12 semanas após o parto sem a ajuda de medicação, somente com a baixa gradativa dos hormônios pós parto, porém em alguns casos pode durar até meio ano após o nascimento do bebê. Para ajudar no desaparecimento da linha nigra após a gestação, cremes esfoliantes usados 2x na semana na região podem acelerar a renovação da pele.

Outras partes do corpo da mulher também tendem a ficar mais escuras como: auréolas dos seios, axilas, virilhas e o rosto gerando o “cloasma gravídico”.

O cloasma gravídico pode aparecer no rosto da mulher devido também aos altos níveis hormonais e o tratamento deve ser feito após o período de amamentação e sempre por um médico dermatologista.

Alguns dos cuidados essenciais são evitar exposição solar e utilizar protetor solar sempre.

A linha negra na gravidez não apresenta qualquer risco para a mãe ou o bebê. Trata-se de algo natural que ocorre durante a gravidez. Porém, saiba que alguns estudos têm relacionado uma linha negra muito escura com baixa concentração de ácido fólico no organismo da mãe. Por isso, você pode conversar com seu médico e checar a concentração de ácido fólico em seu organismo se acredita que sua linha está muito escura.

Dra. Gabrielle Adames

Dermatologista

CRM:36153

RQE:31040

Quais os danos da radiação solar no couro cabeludo e cabelo?

Doenças pela Exposição

 

O cabelo fornece uma proteção natural para o couro cabeludo, em particular aquele com tom mais escuro.

 

Estudos mostram que a excessiva exposição nessa topografia, pode levar ao surgimento de algumas condições patológicas associadas não só ao fotodano crônico, mas também à fotossensibilidade (rosácea, lúpus cutâneo, dermatomiosite, eflúvio telógeno) então principalmente pacientes calvos ou com cabelos claros e escassos necessitam de protetor solar nessas áreas.

 

Fotoproteção

 

Quanto à fotoproteção dos cabelos, a abordagem não visa à prevenção de câncer de pele uma vez que o pelo não sofre processo neoplásico. No entanto, existe uma importância cosmética.

 

Os efeitos mais relatados são alterações na coloração devido à oxidação dos pigmentos do pelo. Além disso, a Radiação Ultravioleta danifica os lipídios do pelo, levando ao ressecamento e aumento da fragilidade; o filme lipídico é responsável pelo brilho e maleabilidade do pelo.

 

O fio sem esta proteção está sujeito a eletricidade estática e fraturas ao pentear, levando ao aparecimento de “frizz”. A fotoproteção dos cabelos é feita com os mesmos princípios ativos utilizados na pele, adicionados a formulações de uso capilar, como condicionadores, géis e sprays.

 

O principal problema é a dificuldade de fazer um filme homogêneo que proteja toda a superfície dos pelos, além do problema de criar uma fórmula que tenha boa adesão à cutícula sem, no entanto, torná-la muito oleosa.

 

Os produtos que tendem a permanecer no cabelo após a lavagem, como géis, sprays e, em particular, os cremosos, oferecem proteção maior quando comparados aos demais, porém ainda insuficiente. Esse dilema tem levado pesquisadores a questionar se a fotoproteção do pelo poderia ser feita de outra maneira, talvez através da estrutura interna da haste do pelo.

 

Cuidados

 

Para protege-los do sol, use sempre chapéu (de preferência com as abas grandes) e utilize finalizadores à base de silicone que contenham filtro solar.

 

Dessa forma, seus fios estarão protegidos dos danos do sol.

 

Dra. Gabrielle Adames – Dermatologista – CRM 36.153

CIGARRO X CIRURGIA PLÁSTICA

O número de pessoas tabagistas ativas no Brasil vem diminuindo ao longo dos anos. Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2013 este número correspondia a 14,7% da população brasileira adulta (acima de 18 anos). No entanto, se considerarmos esta parcela da população em números totais, somado ao número de fumantes passivos, teremos ainda um número elevado de pessoas sujeitas aos danos à saúde causados por este hábito.

Sabemos hoje que, em termos globais, metade de todos os tabagistas terão morte em consequência de doenças relacionadas a esta prática, e que a cada 10 mortes no mundo todo, uma será em consequência do tabagismo.

Considerando o uso de cigarro como costume de uma parcela importante da população brasileira, com certa frequência vemos pacientes com este hábito em busca de procedimentos de Cirurgia Plástica. Por vezes, tais pacientes preferem ocultar esta informação do médico por medo de ter sua cirurgia contraindicada ou por minimizar sua importância. Entretanto, antes de qualquer decisão é importante estar esclarecido sobre os possíveis riscos que podem advir dessa combinação entre cirurgia plástica e tabagismo.

O cigarro contém inúmeras toxinas, incluindo nicotina, monóxido de carbono, cianeto de hidrogênio, óxido nítrico e outras. Todas estas toxinas são conhecidas por comprometer a cicatrização através de múltiplos mecanismos. Além de alteração do processo cicatricial, podemos incluir distúrbios cardiovasculares, aumento da pressão sanguínea e alterações na função respiratória.

E quais seriam os problemas destas alterações para uma Cirurgia Plástica?

Precisamos considerar que um ponto fundamental para alcançarmos os resultados desejados em Cirurgia Plástica é a boa cicatrização da ferida operatória. Sem isto, além de termos os resultados estéticos comprometidos, estaremos sujeitos ainda a outras possíveis complicações. Através do comprometimento da nutrição sanguínea e da oxigenação dos tecidos (incluindo os tecidos operados) e do sistema imunológico, o cigarro causa uma deficiência de todo o processo cicatricial, impedindo a recuperação da ferida operatória e dificultando a obtenção do resultado final. Ainda, o tabagismo aumenta os riscos de infecção das feridas operatórias e complicações cardíacas e pulmonares no pós-operatório.

Além dos riscos aos resultados da cirurgia, precisamos levar em conta também os riscos anestésicos associados ao tabagismo. Estes riscos não compreendem apenas as já citadas complicações cardíacas e respiratórias, mas também interferência no metabolismo de algumas medicações utilizadas durante o procedimento pelo anestesista, dificuldade de uma monitorização confiável dos sinais vitais durante a cirurgia e necessidade de maior quantidade de analgésicos para alívio da dor após o procedimento.

E quando seria o momento ideal de interromper o fumo antes de uma cirurgia?

Idealmente, a interrupção do tabagismo deve ser realizada o mais cedo possível. Entretanto, estudos mostram que a partir de 4 a 8 semanas após a suspensão do hábito de fumar, o comprometimento da cicatrização e da função pulmonar já reduzem de forma considerável.

Como este período de interrupção do tabagismo varia entre alguns estudos, é comum variar também as orientações entre os cirurgiões (geralmente entre 4, 6 ou 8 semanas). Independentemente desta variação de períodos, a ausência total do tabagismo no pré-operatório é sempre desejada e orientada pelos cirurgiões plásticos e anestesistas aos seus pacientes, na busca da redução de possíveis complicações.

E, se levarmos em conta os potenciais danos causados pelo tabagismo não só à cirurgia mas também à saúde dos pacientes ao longo da vida, temos nesta mudança comportamental pré-operatória uma excelente oportunidade de mudança comportamental para toda a vida.

Dr. Lourenço Santiago Senandes 
CREMERS 33773 – RQE 28844

Melasma e a importância do protetor solar no cuidado com a pele

O melasma é um depósito exagerado de melanina, pigmento que dá cor escura para nossa pele. Os responsáveis por produzir a melanina são os melanócitos, que são estimulados por fatores genéticos, hormônios ou pelo sol e, se sofrerem estímulos, criam depósitos intensos de melanina, causando os melasmas, que costumamos chamar de manchas. As manchas são escuras e é comum que apareçam em locais fixos.

Mais comum em mulheres, a exposição solar e luz visível, gestação e alteração hormonal causam piora. O principal tratamento é a prevenção, usando filtro solar de 3/3 horas, dando preferência para os que têm cor.

O protetor pode ser físico ou químico. O físico reflete os raios UV e pode ser chamado de inorgânico ou mineral. Já o químico é absorvido e reage com os raios UV e com a pele, convertendo-se em calor e são chamados de orgânico ou não mineral. Procure sempre pelo protetor físico, pois ele protege também contra a luz visível (a dos celulares e computadores).

É importante deixar claro que todo protetor pode ser bom, desde que atenda às suas expectativas de qualidade, que você consiga usar na quantidade e reaplicação correta e que seja feito diariamente.

Os protetores solares foram desenvolvidos para proteger a pele de danos cutâneos da radiação ultravioleta, porém a proteção contra a luz visível é limitada e estudos recentes mostra a importância deste cuidado.

Um estudo avaliou a eficácia de fotoprotetores brancos e coloridos na proteção contra a luz visível, do valor da fotoproteção solar e das características colorimétricas para a quantificação da proteção dentro dessa faixa específica de radiação. Concluiu-se que o valor do Fator de Proteção Solar (FPS) não tem relação direta com a proteção contra a luz visível, mas, sim, o potencial de translucidez do produto.

Os filtros inorgânicos, por terem capacidade refletiva, podem ser uma opção contra a luz visível, dependendo do tamanho da sua partícula, assim, somente partículas grandes e visíveis seriam capazes de proteger contra a luz visível. Dessa forma, a incorporação de pigmentos absorvedores aos protetores solares aumenta a capacidade fotoprotetora desses produtos.

A proteção à radiação UV-A, que é mais intensa antes das 10h da manhã e depois das 16h da tarde, e UV-B, que é mais intensa entre 10h e 16h, é o ponto principal do tratamento. De acordo com os trabalhos recentes, protetor solar de amplo espectro, UV-A e UB-B, com FPS de, pelo menos 30, contendo filtro inorgânico, como dióxido de titânio ou óxido de zinco,  deve ser usado por pacientes com melasma e ser reaplicado com frequência.

Filtros orgânicos e inorgânicos podem agir sinergicamente para aumentar o valor do FPS.

Junto adicionamos: tópicos clareadores, fotoproteção oral, antioxidante oral, MMP (microinfusão de medicamentos na pele, peelings e laser).

Mitos e verdades sobre o melasma:

“Estou curado do meu melasma, posso finalmente pegar sol.” Mito.

“A gravidez pode piorar.” Verdade.

“Alguns métodos anticoncepcionais podem piorar a mancha.” Verdade.

“Somente as mulheres tem melasma.” Mito.

“Pele morena tem mais chance de ter.” Verdade.

“Vapor quente pode piorar o melasma.” Verdade.

“Antioxidantes/fotoprotetores orais podem ajudar.” Verdade.

“A claridade e fontes luminosas podem piorar a mancha.” Verdade.

“Hidroquinona (substância química capaz de clarear a pele) em excesso pode ser prejudicial no controle do melasma.” Verdade.

“Filtro solar somente quando for à rua ou praia.” Mito.

Dra. Gabrielle Adames

Dermatologista

CRM: 36153

RQE:31040

Ginecomastia

Ginecomastia é o termo que define o aumento da mama no homem, estando associada com inúmeras causas. A alteração física proveniente desta, gera descontentamento, preocupação e constrangimento nos pacientes, sentimentos facilmente compreensíveis se considerarmos a importância da forma da região peitoral na identidade masculina.

O seu surgimento, em grande parte dos casos, está relacionado aos períodos de maior alteração hormonal no sexo masculino (nascimento, puberdade e após os 65 anos). Pela puberdade estar associada à grandes mudanças físicas e psicológicas, é natural que seja também o período no qual qualquer alteração física não esperada cause seus maiores impactos na autoestima do paciente, levando-o à busca pelo tratamento rápido e definitivo.

Antes de qualquer decisão por algum procedimento cirúrgico, é de importância fundamental que o cirurgião avalie detalhadamente cada paciente, em busca das potenciais causas e consequentemente de seus possíveis tratamentos. Nem sempre o tratamento necessitará de cirurgia, sendo por vezes alcançado com a suspensão/substituição de algumas medicações, tratamento e controle de algumas doenças ou simplesmente aguardando a resolução espontânea (o que é comum na puberdade).

Definida a real necessidade de correção cirúrgica, a mesma irá variar conforme o grau de aumento da mama e características individuais de cada paciente, podendo incluir lipoaspiração, retirada de parte da glândula e/ou retirada do excesso de pele na região. Naturalmente, cada procedimento apresentará cicatrizes e formas de abordagens diferentes, entretanto são capazes de alcançar resultados extremamente gratificantes, devolvendo aos pacientes a autoestima e o bem-estar no seu convívio social.

Lembre-se sempre de procurar um Cirurgião Plástico registrado como especialista em Cirurgia Plástica no Conselho Regional de Medicina de seu Estado (CRM). Além disso, buscar um Cirurgião Plástico Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) é uma boa forma de garantir que o profissional que lhe atende é capacitado e foi aprovado em rigoroso exame para exercer suas atividades. Somente desta forma você poderá estar seguro de que todos os procedimentos possíveis, necessários e adequados estão sendo feitos para garantir que sejam alcançados os seus objetivos e, consequentemente, sua satisfação.

 

Dr. Lourenço Santiago Senandes 
CREMERS 33773 – RQE 28844

× Agendar Consulta por WhatsApp